Recuperação e Conservação Agroflorestal em Comunidades do Vale do Ribeira e Pontal do Paranapanema



Recuperação e Conservação Agroflorestal em Comunidades do Vale do Ribeira e Pontal do Paranapanema

Tecnicos e Agricultores discutem a implantação de SAFs em assentamentos de Reforma Agrária no Pontal do Paranapanema


Tamanho da fonte: Diminuir Fonte  Aumentar Fonte

Neste projeto, o Proter – Programa da Terra – Assessoria, Educação no Meio Rural e a Apoena – Associação em Defesa do rio Paraná, Afluentes e Mata Ciliar estão desenvolvendo um trabalho de melhoria das condições de vida e do meio ambiente em duas regiões bem distintas do Estado de São Paulo. 
No Vale do Ribeira, o Proter está trabalhando com agricultores familiares tradicionais, sendo que alguns têm sistemas agroflorestais em implementação por mais de 12 anos. O Proter nasceu em 1985 lutando para a redemocratização de meio rural e para o fortalecimento da agricultura familiar. A região, com 45.000 famílias, abarca um terço de toda agricultura familiar do Estado e mantém até hoje dois terços da sua área com floresta.  A agricultura familiar enfrenta sérias deficiências em infra-estrutura e de recursos, bem como dificuldades de acesso ao licenciamento ambiental.
No Pontal do Paranapanema, a Apoena, que nasceu em 1988 na luta contra os impactos gerados por construção de barragens no oeste de São Paulo, trabalha num ambiente bastante diferente - outrora coberta com exuberantes matas, a região, ocupada sem critérios, apresenta drástica redução em sua antiga floresta, com menos de 2 % da sua cobertura original. Resultou a concentração de terras devolutas em poder de poucos fazendeiros - 8% dos proprietários rurais detêm a posse de 75% das terras, o que gerou um segundo processo de ocupação territorial por grupos organizados no Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra. Hoje são cerca de 6.000 famílias assentadas em 103 Assentamentos Rurais, em 13 municípios da região, ocupando uma área total de 150.000 ha. Ao contrário do Vale do Ribeira, no Pontal os sistemas agroflorestais existem apenas em algumas áreas de referência. A agricultura familiar enfrenta forte crise e dificuldades várias como a falta de assistência técnica e de organização. Enfrentam problemas ambientais pela degradação cada vez mais acentuada das terras, pelo empobrecimento da biodiversidade e pela erosão que, segundo estimativas de órgãos ambientais, consomem na região 20 milhões de terra fértil por ano. 
 
Estratégia para o sucesso do projeto é garantir a participação da comunidades envolvidas 
 
Apoiado pelo Ministério do Meio Ambiente, junto ao Programa Demonstrativo da Mata Atlântica – PDA, o projeto tem como principal objetivo promover a melhoria da qualidade de vida dos agricultores familiares através do desenvolvimento de sistemas agroflorestais, técnica segundo a qual, é possível consorciar espécies de cultivo agrícola com árvores da Mata Atlântica da região em que se insere o projeto.
A Apoena e o Proter entendem que a melhor estratégia para o sucesso do projeto é garantir a participação das comunidades envolvidas, a partir da integração entre agricultores e agricultoras familiares, assentados agrários, monitores agroflorestais, técnicos e sociedade de um modo geral. Nesse sentido, são parceiros do projeto inúmeras instituições, a começar pelo Itesp e Incra, órgãos estadual e federal, de promoção da reforma agrária, sindicatos, movimento social, Ongs, órgãos governamentais de meio ambiente, universidades, institutos de pesquisa, companhias energéticas e outras instituições. Assim, entre as suas ações, o projeto propõe aos agricultores a reflexão sobre como reverter o processo da degradação das áreas dos assentamentos. Através de um facilitador do projeto e sete monitores agroflorestais, cada um com um grupo de agricultores, estamos discutindo, planejando e implantando nos assentamentos áreas experimentais e demonstrativas de sistemas agroflorestais que podem trazer de volta um pouco da biodiversidade perdida nas últimas décadas e contribuir para as atividades econômicas e a segurança alimentar das famílias participantes. 



Arquivos para Download:
/Cartilha PDA 2008 (3.3MB)

/Relatório das Atividades (5.43MB)

 





« voltar para a página de projetos
A Apoena | Projetos | Artigos | Notícias | Biomas | Atividades | Especiais | Blog | Vídeos | Contato

Copyright © Apoena - Todos os direitos reservados - desenvolvido por:Luz Própria